A- A A+

As discussões sobre realização de primeiro evento-teste em Santa Catarina tiveram continuidade nesta sexta-feira (02), com a reunião semanal do Grupo de Trabalho (GT), formado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Secretaria de Estado da Saúde (SES) e representantes do segmento. A apresentação da Camerata Florianópolis ocorrerá no mês de julho, no Teatro Ademir Rosa, na capital, e atenderá uma série de medidas de controle sanitário contra a Covid-19.

Como reforçou o presidente interino da Santur, Renê Meneses, o assunto vem sendo planejado coletivamente de forma cautelosa e responsável, tendo em vista que o primeiro evento-teste servirá como referencial para os demais. 

- A Santur vem dialogando com o setor turístico desde o início da pandemia e buscando soluções de forma conjunta. O evento-teste vai ajudar a avançar na retomada do segmento de eventos com os cuidados necessários. Sabemos da urgência do segmento de eventos para voltar com as atividades e estamos fazendo o possível para agilizar isso - comentou.

reuniao eventos 02.07d

Foi informado ao grupo que a Santur está prestes a firmar o contrato com a empresa que fornecerá o aplicativo de rastreabilidade de participantes. A Santur também está encaminhando para análise da SES a minuta do termo de cooperação com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A parceria com a instituição, que deverá aportar metodologia adequada para validação dos protocolos, deve ser formalizada na próxima semana.

Outros detalhes sobre os protocolos ainda estão sendo discutidos com os organizadores da apresentação da Camerata Florianópolis. Também foi realizada uma visita técnica ao Teatro Ademir Rosa para verificação da estrutura, como acessos e sistema de ventilação.

Em reuniões anteriores, o GT já havia decidido que os eventos-teste incluirão uma atividade cultural (Camerata Florianópolis), um congresso, uma feira, um jantar e um evento esportivo. Como havia destacado anteriormente o superintendente de Vigilância em Saúde (SUV-SES) de Santa Catarina, Eduardo Macário, as datas dos outros eventos estarão sujeitas à situação epidemiológica do estado e avanço da vacinação contra a Covid-19.

A reunião desta sexta-feira contou com a participação do promotor de justiça Douglas Martins, coordenador do Centro de Apoio Operacional da Área da Cidadania no Ministério Público de Santa Catarina e integrante do Gabinete Gestor de Crise do MPSC.

Entre as entidades representadas no GT estão a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc-SC), Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape-SC), Federação dos Convention & Visitors Bureau de Santa Catarina, Floripa Convention/Fortur, União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios (Ubrafe) e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SC).

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: SANTUR | Tecnologia: Open Source | Acesso restrito